Sociedade Paulista de Parasitologia

Home
Diretoria
Socios
Estatuto
Filiação
Links
Contato
Eventos

IV Fórum de Discussão da Sociedade Paulista de Parasitologia: Parasitos de Peixes

Em decorrência da malha geográfica e do clima propício, o Brasil destaca-se por possuir imenso potencial para o desenvolvimento da piscicultura, considerados os imensos reservatórios de águas doces. Ainda, a piscicultura propicia a fixação e o aproveitamento de mão de obra local. Estima-se que sejam produzidos anualmente no Brasil ao redor de 200 milhões de alevinos e 60 mil toneladas de pescado cultivado. Para a consolidação da cadeia de produção, a sustentabilidade econômica e ambiental são elementos imprescindíveis. Na piscicultura intensiva, a incidência de doenças e parasitoses aumenta proporcionalmente à redução na qualidade nutricional dos alimentos e na qualidade da água, e podem causar significativas perdas durante o cultivo.
Desta forma, o conhecimento sobre os parasitos de peixes é fundamental para a obtenção de produtos de boa qualidade e proteção da sáude pública. Algumas doenças de peixes são zoonoses, assim, diversos helmintos podem ser contraídos pelo homem mediante a ingestão de peixes infectados. Devido ao seu poder de disseminação via água, os parasitos de peixes provocam prejuízos significativos, acarretando altas taxas de mortalidade. A gravidade das lesões depende da espécie de parasito, de sua localização no hospedeiro e o modo particular como atua sobre o mesmo. Lesões branquiais, por exemplo, são particularmente importantes já que comprometem a respiração e a homeostase dos peixes.
Peixes são animais altamente sensíveis ao estresse, condição essa praticamente inevitável em aquicultura intensiva; assim, para diminuir o impacto causado pelas enfermidades, a melhor estratégia é adotar programas de prevenção e controle e, para isso, o conhecimento sobre os parasitos de peixes, desde aspectos morfológicos até moleculares, é essencial.
No Brasil, embora sejam escassos os dados oficiais mostrando prejuízos economicos advindos de enfermidades nas pisciculturas comerciais, os parasitos de peixes constituem ameaças concretas à medida que o setor se expande e os sistemas aquícolas se intensificam.
Considerando o compromisso da Sociedade Paulista de Parasitologia em abordar temas de relevância em saúde pública e ambiental em seus fóruns de discussão, convidamos a todos os interessados para prestigiarem o IV Fórum de Discussão da SPP: Parasitos de Peixes que será realizado na Universidade Estadual de Campinas, no próximo dia 16 de agosto (sábado); para este Fórum, contaremos com a participação de especialistas nacionais desta área do conhecimento. Com o apoio da Universidad Austral de Chile e do Programa de Pós-Graduação em Parasitologia/Unicamp, haverá a participação internacional do professor Dr. Patrício Torres Hévia.
Contamos com a participação de todos!

Sociedade Paulista de Parasitologia
Dra. Regina Maura Bueno Franco
Presidente
Dra. Ana Júlia Urias
Vice-Presidente
Dra. Ana Maria Aparecida Guaraldo
Tesoureira
MSc. Nilson Branco
Secretário


PROGRAMAÇÃO

Apoio:
Universidad Austral de Chile
Programa de Pós-Graduação em Parasitologia – Unicamp

Local: Sala de defesa de Tese, Prédio da Pós Graduação, Instituto de Biologia, UNICAMP.
Veja como chegar ao IB - http://www.ib.unicamp.br/comochegar
Horário: 9:00h-17:00h

OPÇÕES DE HOSPEDAGEM

Na UNICAMP:
Casa do Professor Visitante - http://www.funcamp.unicamp.br/cpv/index.html

Em Barão Geraldo:
Hotel Sol Inn -
http://www.hotelariabrasil.com.br/hb/marcas_solinn.html